• Blog Stats

    • 293,239 hits
  • a

  • Meta

Iniciando o AutoModelismo


Veja essa filmagem do automodelo SuperOito sendo pilotado por nosso Colaborador Ednilson Miura na pista de Curitiba

 

PARA SUA SEGURANÇA:

  • Cuidado para o motor não estar todo acelerado ao dar partida (cuidado com as rodas)
  • O combustível é tóxico. Não ingerir. Pode provocar a morte.
  • Cuidado com o combustível nos olhos. Em contato com a córnea pode cegar. Aliás, dependendo da quantidade e tempo do contato ele cega realmente
  • Não pilote onde o público não tenha proteção

Idéias Gerais

O automodelismo radiocontrolado é um esporte empolgante. É fascinante a velocidade a que chegam esses pequenos carros. Alguns chegam a impressionante velocidade de 130 km/h. Enquanto que o aeromodelismo é mais contemplativo, o automodelismo é mais competitivo. A preparação do chassis, do motor, a escolha dos pneus, dos acessórios, o ajuste do carro, tudo tem por fim fazer com que o carro ande mais e, por consequência, ande na ponta. As provas são disputadas com

fpista_as_paulista.jpe (37197 bytes) corrida off road.jpg (23636 bytes)

 

muita emoção por parte dos participantes, competidores, mecânicos e público. Quando se pilota um automodelo a sensação que se tem é de estar pilotando um auto de verdade. Mas com uma grande vantagem: vc não corre riscos. No transmissor o piloto tem o controle do acelerador, do freio e da direção. Alguns automodelos possuem também chave de ignição no transmissor. As marchas são trocadas automaticamente. É um esporte praticado por crianças e adultos.

fpista_auto_loja.jpe (6020 bytes) pista em curitiba.jpg (13873 bytes)

Se na sua cidade ainda não existe um grupo de automodelismo – e o automodelismo é um esporte para ser praticado preferencialmente em grupo – tenha plena certeza que se você adquirir um automodelo e iniciar a pilotá-lo em um local público (tipo estacionamento de um supermercado, de um prédio público, em uma praça), em pouco tempo, vc estará acompanhado de um grupo de automodelistas.

 

Existem Campeonatos Estaduais de Automodelismo (em alguns Estados) e há também o Campeonato Brasileiro de Automodelismo. Tanto ON quanto OFF ROAD. Mas se você está se iniciando não se preocupe com esse tipo de coisa. Você vai se iniciar nos PEGAS, ou seja, você e mais alguns automodelistas vão se reunir nos finais de semana em uma pista e vão realizar pequenas provas, umas mais organizadas outras menos (simples Pegas). É importante que este grupo faça a adesão a UM determinado tipo de auto. Ou seja, ou todo pessoal adere ao off road ou ao on road (recomendamos a adesão ao on road, por ser mais fácil de divulgar e por ter custos de aquisição e manutenção menores). Aderindo ao on road sugerimos a opção pelos autos escala 1/10, motores .12 a .15. Optar pelos autos da marca Duratrax é uma excelente escolha (ler abaixo sobre esses autos que são os autos por nós recomendados). Outra grande vantagem de o grupo aderir a um modelo determinado é que as peças ficarão mais fáceis de serem encontradas, ou através de simples trocas entre os participantes ou com a adesão do lojista local àquele modelo específico.

Se sua Cidade não possui ainda um grupo de automodelistas que se reúne nos finais de semana conte com todo nosso apoio para auxiliarmos no que pudermos para a criação e organização deste grupo. Nos envie um email clicando aqui

 


Modalidades e equipamentosOs automodelos são elétricos ou a combustão. On road ou off road.

Clique aqui para conhecer a famosa pista Cebolão, localizada na cidade do Rio de Janeiro na Barra. A área foi cedida pela Prefeitura do Rio. Esses cariocas não merecem os nossos Parabéns!!!

Os automodelos elétricos são movidos a energia elétrica concentrada em um bateria. Fazem pouco barulho e sujam pouco. Esse automodelista deve ter sempre junto mais de uma bateria, pois que duram em torno de 15 minutos cada e também um carregador rápido capaz de carregar a bateria do automodelo na bateria 12 volts do automóvel.

fmitsubis.jpe (14625 bytes) pista auto roma.gif (64575 bytes)

Face a nosso temperamento latino, os automodelos mais difundidos no Brasil são os movidos a combustão. Fazem barulho, soltam fumaça e costumam correr mais. São mais reais. Além do auto e do rádio, o automodelista necessita de combustível e bateria ni start (bateria de partida). O combustível é uma mistura de álcool metílico, óleo de rícino e nitrometano. É comprado pronto nas lojas de modelismo. Mas se sua cidade não possui uma loja de modelismo dirija-se à Química mais próxima e compre 4 partes de álcool metílico e 1 parte de óleo de rícino. Misture e está pronto o combustível. A bateria ni start é uma pequena bateria que é colocada na vela do motor para deixá-la incandescente na hora de dar a partida. Logo que o motor pega vc tira a bateria ni start da vela que ela se mantém incandescente só com as explosões do motor.


RádioQuanto ao rádio, os dois mais usados são o os Futaba, Hitec e Kyosho. Ele possui acoplado no transmissor uma direção e um gatilho, com o qual se acelera e se freia. Outras marcas não possuem peças no mercado.

2PCKA Magnum Junior 2PCKA photo

Cada rádio possui uma determinada frequência. Existem 40 frequências diferentes destinadas ao automodelismo radiocontrolado. Ao chegar na pista vc deve indagar se alguém está com rádio da mesma frequência que a sua. Se houver alguém com a mesma frequência vcs devem se combinar: quando um pilota o outro não liga o rádio. Vc pode contornar esse problema levando sempre um par de cristais sobressalentes para a pista (é o cristal que determina a frequência, um deles vai no receptor dentro do carro e outro no transmissor). O par de cristal pode ser fácil e rapidamente trocado.

Quando vc compra um rádio, o que vc compra é um transmissor com comandos de acelerador, freio e direção, um receptor, um par de cristais e uma caixinha para colocar pilhas as quais alimentarão o receptor.

Uma medida inteligente é em vez de utilizar pilhas comuns, é comprar uma bateria de níquel cadmio utilizada em aeromodelismo chamada “bateria do receptor” pois que essa bateria é recarregável. Compre o carregador junto.

Pois é… basicamente é isso. Para praticar automodelismo R/C vc precisa de um automodelo com motor, de um rádio, da bateria ni start e de combustível. O resto, acessórios, ferramentas, etc e tal, vem depois. Para iniciar, tudo isso é dispensável. No caso de opção pelo automodelo elétrico, em vez do combustível e da bateria ni start, vc precisará de pelo menos duas baterias e de um carregador de bateria para ser ligado na bateria do automóvel (ou vc vai se deslocar até em casa para ligar na tomada 110/220 volts toda vez que o automodelo perder a carga?!)

Em tempo, mais um detalhe, se o carro for a combustão prefira que ele venha com recoil. Não sabe o que é recoil? É uma “manivela” com a qual se puxa a cordinha para o motor pegar, parecido com aquele sistema que se utiliza para fazer pegar motor de lancha. Se ele vier sem recoil vc terá mais gastos, pois necessitará de um aparelho chamado starter (diferente de ni start que é a bateria de partida), o qual tem por função fazer o motor girar para poder dar a partida.


A escolha do carroSomos adeptos de iniciar pelo que é barato. Mas há um mínimo. O mínimo é o Bom. Portanto, se deve iniciar por aquilo que está na faixa do Bom mais barato. Por que? Por uma razão bem simples: você pode vir a descobrir que automodelismo não é aquilo que vc imaginava e neste caso não terá tido muito gasto. Deixe para investir depois que você tiver certeza que o automodelismo é a sua praia.

Aceitando nosso conselho, o auto ideal ON ROAD (para o asfalto) para você iniciar modelo GP-2 da marca Duratrax. Existem autos a combustão um pouco mais baratos que esses, mas são autos bem mais frágeis e que andam menos. Deixamos de vender esses autos mais baratos de tanto problemas que davam.

O GP-2, um automodelo escala 1/10, possui uma excelente relação custo/benefício. É completo, ou seja, acompanha rádio, motor e bateria de partida e é todo montado com rádio e motor instalados, bolha já pintada, pronto para sair andando. E a mais duas vantagens: já acompanha o câmbio 2 marchas (1a. e 2a.) e o motor é .18. E o que é mais importante em se tratando de automodelos: os autos da marca Duratrax são atualmente os que mais possuem peças de reposição no mercado.

Clique para ver mais detalhes do GP-2.

Automodelo Duratrax GP-2

Se você se dispõe a investir um pouco mais, há então o Nitro4-Tec da marca Traxxas. Mas registre, com um GP-2 você estará MUITO BEM servido de auto. Veja o Nitro 4-Tec na página http://www.hobbys.com.br/automodelos_traxxas.htm

Se sua opção for pelos autos OFF ROAD (fora de estrada), então a sugestão são os autos Evader da página http://www.hobbys.com.br/automodelos_duratrax.htm

Automodelo Evader BX

Tenha presente que o melhor automodelo é aquele que anda bem, que é resistente e, principalmente e acima de tudo, que possua peças de reposição no mercado. Imagina vc estourar um diferencial e não encontrar as peças nas lojas? Você terá de ficar com o carro parado esperando até que um amigo seu vá e volte dos EUA.

Existem diversas marcas de autos no mercado brasileiro. Todavia, as marcas de automodelos que mais possuem peças de reposição no mercado brasileiro são os autos da marca DURATRAX. É importante registrar que diversas marcas de automodelos são vendidas no mercado brasileiro, mas que não possuem coisa alguma em termos de peças de reposição. Irresponsabilidade de lojistas e importadores que operam com essas marcas.

Videos de corridas RC Monster Truck’s

RC Monster Truck Race Action Lubbock TX- Driver Steve Conway

April 21 2002 RC Monster Truck Monster Jams

RC Monster Truck Race Action Lubbock TX- The best mix yet

The Last RC Truck Bash: Part 2 – Evaders, Revo, and T-Maxx

Revo & T-Maxx Mudding (Rc) – Great!!

Revo rocks project-Great!!! (Rc)

RC Rock Crawling Tribute

Revo & T-Maxx Mudding (Rc) – Great!!

Best Rc Drag, mudding, driffting, etc…

Videos de corridas RC TT 1/8

Alguns videos loucos de buggy’s em acção nas corridas:

Video Lai Kok Heng RC 1/8 offroad buggy

2007 Opening Day 1/8 Buggy A MAIN Galli Mods Xtreme RC

1/8 Scale Buggy Sport – Losi 8ight Wins! 05/06/07

RC Driver Testing The Team Losi 8ight Buggy

losi 8ight m2cracing clutch shoes

Truggy, Buggy Nitro RC Race – Altoona Raceway

RC Nitro Buggy races Lubbock TX – staring Brian Beck

Alguns conselhos para iniciados

Na minha busca por informações sobre radiomodelismo encontrei mais umas dicas que partilho convosco:

Parece que há muitos interessados em R/C por aqui.
Pare quem quer começar, aconselho a compra de um usado ainda não descontinuado (ou seja ainda há peças para ele).

Eu já experimentei 1/8TT (os buggy), 1/10-200 (os de pista escala 1/10) e agora ando numa de monster trucks. Falta-me testar um truggy (mistura de buggy com monster truck), mas está para breve. A nível de condução, se partirmos do principio que o carro está bem afinado, o mais fácil de conduzir é um buggy (ou talvez um truggy, ainda não testei, mas gostei do que vi). Segue-se um Monster truck e depois o 1/10-200. Há ainda os 1/8TT adaptados a pista, chamados rally game. Pode-se fazer essa transformação a praticamente todos os 1/8TT.


Conclusão: para quem quer começar nisto sem gastar muito dinheiro, o mue conselho é que comprem um usado em bom estado. É preferível gastar mais alguma coisa no comando e menos no carro, já que todo o controlo do carro está nas nossas mãos e no comando. Acreditem que um bom comando (não precisa de custar 500€ para ser bom) faz muita diferença.


Se quiserem ver alguns usados de confiança, combina-se um dia aqui em Leiria e levo os interessados a ver umas máquinas porreiras.

nmsalves:
Cuidado, muito cuidado ao andar na praia. O motor tem tendencia para aquecer porque o esforço é muito grande, já que na areia da praia o motor tem que fazer muita força para movimentar o carro e não há hipótese de as rodas patinarem. Mais ainda, a areia da paria mete-se em tudo e é tão fina que chega a atravessar o filtro de ar e depois era uma vez um motor.
Fico à tua espera para um Sábado destes, mas temos que combinar com alguma antecedência.

—–

Dica para a limpeza do bólide:

Desmontas a placa de rádio (desencaixas os veios que vão ao carburador e à caixa, desapertas o salva servos da direcção e desapertas 4 parafusos em baixo e fica solta).

Desmontas também motor e escape. Retiras a caixa de velocidades fora. Depois pegas em MotoWash ou equivalente, borrifas o carro todo bem borrifadinho, esperas uns 2-3 minutos e passas bem por água. Deixas escorrer o maior e secas com ár comprimido ou a pano. Depois WD-40 para cima, com especial atenção a tudo o que seja rolamentos e transmissões.

Ar comprimido para retirar o WD-40 em excesso, um pano para retirar o restante que se acumulou por lá e deixas secar de um dia para o outro (de noite). Depois começas então a fase de desmontar tudo e assim já não te sujas tanto e já vês melhor as folgas ou possíveis anomalias. Wink

—-

Vai lá com calma. Primeiro “gasta” esse motor e depois abre-o para começares a aprender como funciona e tal.

Quando disse “desmonta o motor e escape”, era para o retirares do carro, não para o abrires. Smile

Quanto à caixa de velocidades, podes abri-la, mas com cuidado e atenção para depois saberes onde voltar a colocar as peças que de lá tirares. Andam lá uns pinos que atravessam uns varões metálicos que convem verificar se não estão partidos. Limpas a massa que lá anda e depois lubrificas as rodas dentadas todas com massa ou spray à base de litio. É o melhor para lubrificar metal e plástico porque ao fim de umas horas adere às superfícies. É normal a caixa depois andar a “babar” óleo durante uns tempos. O que estiver a mais sai assim.

Não há necessidade de abrir o motor se este estiver a funcionar em condições. Não há nada lá dentro que possas limpar ou melhorar, a não ser que tenhas um dremel e saibas alguma coisa de “porting” de motores. Concentra-te em desmontar e limpar bem o pinhão (por dentro, depois de limpo e desengordurado, passa lixa fina para a embraiagem agarrar melhor). Retira também os macelotes da embraiagem (umas peças pretas que parecem umas unhas curvadas e que ficam dentro do pinhão), limpa-as, verifica se não têm rachas e se necessario lixa um bocadinho a zona que entra em contacto com o pinhão para retirar a gordura que se vai acumulando. Verifica se os rolamentos do pinhão não têm folga e se não estão àsperos. Se estiverem, troca-os.
Se insistires em abrir o motor, então antes de o fazeres deves lavar e secar muito bem a superfície exterior. E antes de o montares lavas tudo bem lavado. Para lavar o exterior e interior do motor, deves usar a gasolina do MGT.
Tudo isto deve ser feito tendo em atenção a forma como tudo está montado, para depois montar da mesma forma. Se metes a embraiagem ao contrário, por exemplo, (algumas dão para fazer isso), depois o carro não anda.

—-

Pista de TT:

Texto original

Video – Técnicas básicas RC Tamiya

Técnicas básicas para carros radio-controlados da TAMIYA

Este video está muito bom apesar de não ter tradução e como o meu japonês está um bocadinho enferrujado não dá para entender o que o instrutor diz, mas como ele demonstra tudo em video é possivel aprender alguma coisa sobre a manutenção destas pequenas maravilhas motorizadas.

Além disso podem apreciar a performance de varios carros, desde buggys, monster trucks até aos carros de pista onroad.

É dificil arranjar manuais e mais ainda videos para quem está a iniciar-se nesta modalidade (como é o meu caso) e por isso deixo-vos aqui o link para quem quiser fazer o download.

(O video tem 550 mb)

http://www.mininova.org/tor/464366

Para fazer o download precisam de ter instalado um programa de torrents, eu recomendo o Utorrent

Download do cliente de torrents: http://download.utorrent.com/1.6.1/utorrent.exe

GS Storm CL-1 (TT)

Ontem fui com um amigo levantar o seu novo carro:

GS Storm CL-1

Hoje vai fazer a rodagem e gastar 3 depositos ao “rolantim” e depois do driver TT se habituar a manejar o comando vai ser só ouvir o bicho a roncar já neste fim de semana da festa do Sr. dos Remédios :)

Passo a apresentar a máquinas, a unica diferença é a côr pois o carro do meu amigo é preto com desenhos a verde vivo. E agora é só esperar para o ver e ouvir a acelerar ;)

Storm CL – 1 Totalmente desenhado e projectado por CLAUDE LACHAT, pai do piloto francês Philippe Lachat.
Novo carro da Gs Racing com o nome de Gs – Storm CL – 1, que ja esta a dar resultados no Campeonato de França fazendo um excelente 7º lugar na final. Menos sorte teve o seu companheiro de equipa Sébastien Léonard também com um CL – 1 que não conseguiu fazer a mesma proeza.
Parabens para a GS

STORM CL-1 PRO RTR

 Description :

Specification:

Length

520mm

Width

310mm

Height

220mm

Ground Clearance

75mm

Wheelbase

325-330mm

Track

F: 306mm / R: 308mm

Gear Ratio:

C: 44/13T, F/R: 38/11T

About GS CL-1 Pro RTR Buggy:

The GS CL-1 Pro RTR comes with loads of GS Factory Team optional parts that add strength and enhanced performance to meet the hardest competition head-on. The chassis offers the lowest centre of gravity in a 1/8th buggy, with the centre of weight mass concentrated as close to the centre line as possible. The CL-1 Pro RTR features a professional T6 7075 hard-coated 3mm chassis, front and rear long stroke Oil-filled racing shocks, carbon fiber radio tray and low profile servo tray with lay down steering servo mounting, front and rear chassis stiffener in aluminum, standard front CVD and with GS dish wheels glue with the GS spider tires. The GS CL-1 Pro RTR delivers powerful performance and will crush anything that isn’t smart enough to get out of the way.

This popular buggy comes fully assembled and includes a GS B03 pull-start engine, tuned pipe, and with the Kone Design pre painted and decaled body, and more.

Features:

1. Professional T6 7075 hard-coated 3mm

2. Carbon fiber radio tray and low profile servo tray with lay down steering servo mounting.

3. Front and rear chassis stiffener in aluminum.

4. Front and rear long stroke Oil-filled racing shocks.

5. GS B03 pull-start engine.

6. GS dish wheels glue with the GS spider tires.

Alguns videos do GS em acção:

Fotos/Videos – Hobao TQ Hyper 7

Fotos e videos do meu novo carro:

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.